quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Experiências com a escrita 05 - O Ponto




O ponto

Branco, amarelado
amarelo esbranquiçado
movia-se como um brinquedo
enquanto a tarde se despedia
ainda não era noite
era uma mistura de tudo
de todas as sensações
mistura do frio com o quente
mistura da noite com o dia
A Lua.
Meio estrela, meio satélite
como eu: meio gente
como o sol, meio latente
meio a agonia.




Nessa experiência, notemos como a sequência de imagens é importante na construção de sentidos que tentamos dar com a linguagem escrita.
Um outro detalhe, é que a captura da imagem, foi propositalmente feita atrás da janela, sugerindo assim, uma certa distância aos fatos narrados. Nesse exemplo, também nos inserimos como personagem principal. 
E, perceba que trata-se de uma narração poética, de fato a tarde se despedia e havia uma mistura de sensações nesse processo de transição.
Observar e relatar o que nos cerca também é um exercício maravilhoso! Há tanta coisa não vista e sentida aos olhos desatentos! =)
Para acompanhar este projeto desde o ínício:

Nenhum comentário:

Postar um comentário