quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Experimentando e re-experimentando o PhotoFilmStrip

  Hoje, resolvemos retomar o nosso compromisso com essas 90 imagens da nossa personagem ludimidila que criamos para uma experiência chamada Filme Dentro do Filme.

Aproveitamos a disposição então para rever o PhotoFilmStrip, que na verdade, nunca foi usado aqui com os objetivos que a ferramenta se propõe que é criar apresentação de slides... não temos culpa, se vemos nesse simples programa, muito mais! Com ele dá para:

1. Fazer seqüências de imagens para stop motions e salvar como vídeo!
2. Dá para fazer audiovisuais diversos!
3. Criar produtos artísticos como videoarte, por exemplo,
4. Criar vinhetas simples
5. Criar materiais didáticos;
E o que você imaginar!

6. Ah...e dá para fazer apresentação de slides!=)

Hoje, decidimos só verificar as possibilidades de movimento que o programa prporciona, estudando essas possibilidades, pretendemos passar para um passo mais avançado...que por enquanto vai ser segredo!
Aconselhamos,  você fazer o mesmo:
Pegamos uma seqüência de 10 imagens mais ou menos, e inserimos no programa.
O primeiro teste, deixamos tudo meio livre, de acordo como as imagens chegaram no programa, obedecendo as suas configurações padrões.
para experimentar mais um pouco, tiramos as cores e deixamos em escalas de cinza:


Só modificamos a parte de efeito deixando as imagens, uma por uma, em tons de cinza e demos o efeito de transição fade





Perceba que mesmo com movimentos diferentes é possível ter uma sensação de sequência e de espaço para uma narrativa


No teste seguinte, modificamos o efeito de transição para Roll, e espantosamente, obtivemos um ritmo interessante para um vídeo


Na terceira experiência, mesclamos, modificando o tempo, o foco e os efeitos de transição:





Reduzimos ao máximo o tempo e olha que loucura!


No teste 4, voltamos ao tradicional, tendo uma seqüência com focos, efeitos de transição e tempo lineares:



No quinto vídeo, com nova seqüência de imagens experimentamos o foco mais próximo, porém não muito linear e com o efeito de transição fade.





Agora, na penúltima experiência, prosseguimos com uma seqüência quase linear no foco, alternando apenas uma vez, porém sem efeito de transição



Para finalizar, experimentamos colocar um áudio numa sequência com tempo, foco e efeito neutros. O interessante é que não sabíamos que era possível fazer isso depois das imagens estarem prontas.
É só ir em arquivo -> propriedades

E abre a janela do inicio do programa



É só escolher a opção áudio file e escolher um áudio para o seu vídeo.

Lembrando que tem que ter, tamanho igual ao seu vídeo e isso é definido na sequência de imagens.
Tivemos para esse audiovisual 10 imagens e uma trilha de 10 segundos, o que  nos obriga a deixar cada imagem com 1 segundo de visualização.
 



Nenhum comentário:

Postar um comentário